Palestra I

 Vigilância genômica de vírus emergentes e a pandemia de COVID-19 no Brasil 

Muitas infecções causadas por vírus, até então desconhecidos, tem acometido a espécie humana, levando a quadros epidêmicos. Em adição, outras infecções, que haviam sido controladas, podem re-emergir também causando surtos. O monitoramento dessas infecções virais de importância médica, através da vigilância genômica, aliado ao monitoramento epidemiológico, pode contribuir para a rápida identificação de possíveis grupos de transmissão viral, possibilitando uma melhor compreensão dos mecanismos de dispersão desses vírus e sua mitigação na população. Em "Vigilância genômica de vírus emergentes e a pandemia de COVID-19 no Brasil", Dra Jaqueline Goes de Jesus aborda as estratégias de vigilância genômica utilizadas pelo CADDE durante a epidemia de COVID-19 no Brasil. 

          

Drª. Jaqueline Goes de Jesus 

Graduada em Biomedicina pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, mestre em Biotecnologia em Saúde e Medicina Investigativa (PgBSMI) pelo Instituto de Pesquisas Gonçalo Moniz - Fundação Oswaldo Cruz (IGM-FIOCRUZ) e Doutora em Patologia Humana e Experimental pela Universidade Federal da Bahia em ampla associação com o IGM-FIOCRUZ. Desenvolveu atividades de pesquisa no Laboratório de Biologia Molecular na Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto (FUNDHERP) e no Laboratório de Biologia Celular e Molecular do Câncer da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo (FMRP-USP). Desenvolve pesquisas na área das arboviroses emergentes ZIKV, DENV, CHIKV, YFV, ORV e MAYV. É integrante do ZIBRA Consortium e participou do ZIBRA project - Zika in Brazil Real Time Analisys (http://www.zibraproject.org/), projeto itinerante de mapeamento genômico do vírus Zika no Brasil. Realizou estágio de doutoramento sanduíche na Universidade de Birmingham, Reino Unido, desenvolvendo e aprimorando protocolos de sequenciamento de genomas completos pela tecnologia de nanoporos dos vírus Zika, além de protocolos para sequenciamento direto do RNA. Atualmente desenvolve pesquisas como bolsista FAPESP, em nível de pós-doutorado, no Instituto de Medicina Tropical de São Paulo - Universidade de São Paulo (IMT-USP), no âmbito do CADDE - Brazil-UK Centre for Arbovirus Discovery, Diagnosis, Genomics and Epidemiology (http://caddecentre.org). Coordenou a equipe que sequenciou os primeiros genomas do novo coronavírus (SARS-CoV-2) no Brasil em parceria com o Instituto Adolfo Lutz.

Rua Prof. Dr. Celso Wagner Zanin, nº 250, Distrito de Rubião Júnior, Botucatu - SP, CEP 18618-689. Contato: enbm.ibb@unesp.br

Todos os direitos reservados.